MADE

Saiba o que é Jejum Intermitente

Hoje vamos falar do tão famoso e polêmico “jejum intermitente”. Conhecido como a dieta do momento, o jejum intermitente ou intermittent fasting – em inglês, consiste em períodos alternados de alimentação normal e períodos em que não se come nada ou quase nada.

Estes ciclos podem ser compostos por dias ou horas, por exemplo: 5 por 2, onde os adeptos ingerem uma dieta habitual por 5 dias e por 2 dias consomem apenas água e bebidas não calóricas, ou ainda 12 por 8 horas, sendo 8 horas de alimentação normal e 12 horas de jejum.

 Conheça mais sobre o jejum

O jejum é um método praticado por diferentes povos há séculos por motivos culturais e também religiosos. Atualmente, ganhou a graça do público e de celebridades interessadas em dietas e modismos do mundo fitness.

Mas ele funciona realmente?

A lógica é simples, se restringe calorias por períodos de horas ou dias, obviamente perde peso. A perda resultante através do jejum intermitente é gordura e também massa magra, o que não é tão bom assim.

A grande vantagem vista por grupos praticantes desse tipo de dieta é que não há restrição de tipo de comida, mas sim de períodos em que não se pode comer.

Qualquer pessoa pode praticar o jejum intermitente?

Não! Há grupos de pessoas que não é indicado essa prática, sendo estes: diabéticos, hipertensos, cardiopatas, imunocomprometidos, idosos, grávidas, menores de 18 anos, pessoas com índice de massa muscular muito baixo ou problemas psicológicos associados à alimentação.

E mesmo as pessoas que não estão inseridas nesses grupos, há a necessidade de acompanhamento nutricional para a orientação e avaliação para a prática da dieta intermitente.

Geralmente os períodos de jejum podem provocar dores de cabeça, tonturas, dificuldade de concentração e alterações diversas no organismo, variando de indivíduo para indivíduo.

Existem estudos que comprovam a redução de peso em pacientes praticantes dessa modalidade de dieta, porém todos afirmam a necessidade de pesquisas mais aprofundadas sobre o assunto.

Esse assunto é bem polêmico e deve ser analisado com muito cuidado. Fato é que antes de praticar qualquer tipo de dieta, temos que ter em mente que o que se aplica a um indivíduo nem sempre é bom para o outro.

Somos seres individuais com necessidades diferentes uns dos outros. O estado nutricional, o peso, a idade, o estilo de vida, o gênero, tudo isso deve ser levado em consideração antes de optar por uma dieta desse tipo. É necessário também conhecer os métodos a fundo, ter o acompanhamento de um bom profissional e o principal, estarmos satisfeitos com nossas escolhas alimentares.

A alimentação primeiramente deve ser tida como algo prazeroso e saudável para você e seu corpo. Pense nisso!!

Gostou das nossas dicas? Compartilhe com seus amigos e familiares também!

 

*Escrito pela nossa parceira nutricionista Juliana Pereira

Compartilhe nas suas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial