MADE

Alimentos funcionais e sua contribuição para a diminuição de doenças

Os alimentos funcionais, além de funções nutricionais, também geram efeitos metabólicos e fisiológicos no organismo que são relevantes na prevenção de doenças. Os alimentos funcionais podem ser encontrados de duas
formas: naturais e artificiais.

Industrialmente, alguns alimentos são enriquecidos com vitaminas e minerais, mas somente serão considerados funcionais se comprovados efeitos benéficos sobre a saúde.

O mais importante é sabermos que os industrializados geralmente possuem concentrações muito pequenas dos componentes funcionais, portanto, um alimento industrializado jamais pode substituir um alimento funcional natural. Assim o funcional natural é insuperável e suas formas mais comuns são:

1. W-3 e W-6: papel na proteção cardiovascular, nas alergias e inflamações. Encontrados em óleos vegetais, oleaginosas; alguns peixes (atum, anchova, carpa, arenque, salmão e sardinha); frutos do mar; linhaça.

2. Fibras: atuam na prevenção de obesidade, doença cardiovascular, câncer intestinal, além de favorecer função intestinal. Exigem a ingestão de bastante líquido. Presentes em cereais integrais, leguminosas, frutas e hortaliças.

3. Probióticos: ajudam a digestão, a resposta imune, o equilíbrio da flora intestinal, inibem o crescimento de microrganismos patogênicos e reduzem o risco de tumores. São encontrados em leites fermentados, iogurtes e outros produtos lácteos fermentados.

4. Compostos fenólicos: antioxidantes que atuam na redução da oxidação lipídica, na conservação da qualidade do alimento, na prevenção de doença cardiovascular e câncer. Seguem alguns exemplos:

  • Resveratrol e quercetina – fontes: uva, vinho tinto e maçã;
  • Antocianina – fontes: açaí, uva, jabuticaba e amora;
  • Flavonóides – fontes: soja, frutas cítricas, tomate e pimentão;
  • Taninos – fontes: soja, laranja, mamão, pêssego e milho;
  • Zeaxantina – fontes: maçã, manjericão, uva e caju.

5. Carotenóides: pigmentos que atuam como antioxidantes e estimulam o sistema imunológico. Os principais são:
– Betacaroteno: encontra-se em abóbora, cenoura, mamão, manga e couve.
– Licopeno: encontra-se no tomate, goiaba vermelha, pimentão vermelho, melancia e beterraba.
– Luteína: encontra-se no brócolis, pêssegos e gema de ovo.

Gostou das nossas dicas? Lembre-se que a alimentação saudável deve ser regular para fornecer os principais ativos funcionais através da maior ingestão de frutas, vegetais, cereais integrais, derivados da soja e peixes para se obter benefícios funcionais.

*Escrito pela nossa parceira nutricionista Adriana Rodrigues

Compartilhe nas suas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial