MADE

Dicas para manter a saúde do intestino em dia!

Se eu te perguntar qual o órgão é considerado nosso segundo cérebro, qual seria a sua resposta? Se você respondeu o intestino, parabéns! Ele é considerado por muitos estudiosos como nosso segundo cérebro, mas você sabe por quê 

O intestino possui mais de 100 milhões de neurotransmissores e é responsável pela produção de cerca de 80% da serotonina – chamado de hormônio da felicidade – do nosso organismo. Sem falar na absorção da maior parte dos nutrientes dos alimentos e também de água que consumimos ao longo do dia.  

Só por essas características já dá para ter uma ideia da importância de cuidar bem do nosso intestino, né? Mas como fazer isso? A resposta é simples: alimentação saudável e balanceada.  

Consuma fibras  

Manter um consumo regular de fibras ajuda no funcionamento correto do nosso intestino. Listamos abaixo alguns alimentos ricos em fibras, que você deve adicionar ao seu cardápio diariamente:  

Frutas: abacate, abacaxi, ameixa fresca, ameixa seca, amora, banana, caju, cereja fresca, coco ralado ou fresco, damasco seco, figo fresco ou seco, goiaba, kiwi, laranja com bagaço, maçã, pêssego e pera com casca, manga, maracujá, mamão, melancia, melão, tangerina, morango, nectarina, tâmara, uva fresca e passa. 

Vegetais: agrião, alface, abóbora, aipo, aspargo, beterraba, brócolis, couve, acelga, batata-doce, rúcula, escarola, erva-doce, espinafre, repolho, salsa, cebolinha, cebola, cenoura crua, couve-flor, milho verde, nabo, pepino, pimentão, quiabo, rabanete, tomate, vagem. 

Leguminosas: feijão branco, feijão preto, carioca, além de ervilha, lentilha, grão-de-bico, quinoa e soja em grãos. 

Grãos, farelos e farinhas integrais: arroz, linhaça, aveia, cevada, milho e trigo, além dos cereais matinais, pães e biscoitos integrais (trigo, centeio e milho). 

Sementes: linhaça, chia, gergelim e abóbora.  

Como incluir esses alimentos no dia a dia?  

Além de listar os alimentos ricos em fibras, separamos 5 dicas para facilitar o consumo desses alimentos:  

1) Inclua frutas ricas em fibras nos seus lanches;  

2) Aumente o consumo de folhas, verduras e legumes no almoço e jantar; elas podem ser consumidas cruas ou cozidas.  

3) Adicione farelo de aveia, linhaça, quinoa, ou outro de sua preferência nas suas preparações. Vale incluir no smoothie, nas frutas, iogurte e porque não no preparo da farofa?  

4) Coma mais alimentos integrais, como pães, arroz, macarrão, etc;  

5) Inclua uma porção diária de oleaginosas como castanhas, nozes, pistaches, etc. 

Beba água!  

Sem a quantidade de água adequada, nosso intestino não tem como funcionar corretamente. Portanto, não esqueça de ingerir ao menos 2 litros de água por dia. A ingestão de água hidrata o nosso corpo, e auxilia na eliminação de toxinas.  

Consuma alimentos probióticos!  

O nome pode até assustar, mas a solução para este também é bem simples: consuma iogurte natural todos os dias. O iogurte é uma excelente fonte de probióticos, que auxiliam na manutenção da flora intestinal. Mas não vale aqueles iogurtes cheios de corantes, aromatizantes e tantos outros ingredientes que nem conseguimos identificar. O mais recomendado é o iogurte natural, que possui apenas 2 ingredientes: leite e fermento lácteo. Aliás essa é uma regrinha para tudo: quanto menos ingredientes, mais saudável!  

Para tirar aquele gostinho “azedinho” vale misturar um pouco de mel, geleia, bater com uma fruta da sua preferência, seu intestino e seu bolso vão agradecer 😉  

 

Caso precise de uma ajuda para organizar a alimentação, conte com a Made! Temos um cardápio variado, cheio de opções nutritivas e saudáveis. Para conferir nosso cardápio completo acesse: www.madepravc.com.br/delivery  

 

Escrito por Bruna Zechel

Compartilhe nas suas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial